segunda-feira, 1 de junho de 2009

Mãe de passageira do voo da Air France mora no Ceará

A dona de casa embarcou para o RJ em busca de notícias

Dona Cássia Marques Pellizzon, que mora no bairro Aldeota, em Fortaleza, embarcou nesta tarde de segunda-feira para o Rio de Janeiro em busca de informações. Ela é a mãe de Marcela Marques Pellizzon (29), uma das passageiras do voo 447, da Air Fance, que decolou do Aeroporto Internacional Tom Jobim, mas acabou desaparecendo e não mantendo mais contato. O voo deveria ter aterrisado às 6h10min da manhã desta segunda-feira, em Paris.

Abatida e sob efeito de tranquilizantes, dona Cássia, que mora sozinha em Fortaleza, viajou para se encontrar com o filho, o repórter fotográfico Gustavo Pellizon, que, há cerca de dois meses, foi morar na Capital carioca. Gustavo trabalhou no Diário do Nordeste. Já Marcela era funcionária de uma empresa norueguesa e havia estado no Brasil a serviço. O repórter fotográfico Jarbas Oliveira e sua mulher, Dora, acompanharam o embarque de dona Cássia, que estava sem condições de dar entrevista.

Italiano

O POVO apurou que o nome do Italiano que embarcou do Aeroporto Pinto Martins no vôo AF447 da Air France é Agostino Cordioli. Ele fez uma conexão no Rio de Janeiro com destino à Paris. De lá, ele seguiria para Verona, na Itália. A Air France diz que são 58 brasileiros. Já a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) afirmou que 57 brasileiros estavam no voo.

Redação O POVO Online e Blog do Eliomar

***********************************************